Zoo Burguer Zoo Burguer Zoo Burguer
Subir

Barata de Madagáscar

A barata de Madagáscar, também conhecida como barata assobiadeira, é das maiores espécies de baratas existentes, sendo que quando atingem a maturidade podem chegar aos 7.1 cm.

Esta espécie apresenta dimorfismo sexual, sendo que os machos são maiores que as fêmeas. Uma das principais características que a difere esta espécie de muitas outras espécies de baratas e a ausência de asas.

A Barata de Madagáscar, é a única capaz de fazer o som de “assobiar”. Estas Baratas assobiam através de espiráculos presentes nos seus abdómens. Até agora foram identificados 4 tipos de assobios:
- Assobio masculino de combate;
- Dois tipos de assobios para rituais de acasalamento;
- Um assobio de alarme para tentar afastar possíveis predadores;

Estes animais são detritívoros. A comida mais frequente deles, são frutos que caiem das árvores em decomposição, uma vez que é uma fonte de alimento fácil e muito frequente. Estes animais também podem-se alimentar de pequenos insetos ou mesmo cadáveres de animais.

As Baratas de Madagáscar (Machos) durante a época de reprodução assobiam ou produzem sons para tentar acasalar com as fêmeas. Nesta de acasalamento os machos são muito territoriais e tentam acasalar com todas as fêmeas no seu território.
Estes animais acasalam quando clima é quente, o seu período de gestação é 2 meses, e as posturas são constituídas entre 15 a 40 ovos.

Nome

Barata de Madagáscar

Gromphadorhina portentosa

Classe

Invertebrados

Conservação

Uma vez que esta espécie e típica da floresta de Madagáscar, ultimamente têm sido feitos alguns esforços no sentido da conservação da espécie. Contudo a pesquisa no terreno é extremamente difícil devido à falta de acessos. Para esta espécie o seu estatuto de conservação é pouco preocupante.
CITES: Não tem nenhum estatuto.

EEP
Distribuição

Estas baratas são encontradas principalmente nas florestas tropicais de Madagáscar. Elas habitam geralmente junto a manta morta do chão da floresta.

Comprimento

5.1cm a 7.6cm

Idade

Estes animais podem viver entre 2 a 5 anos na natureza.
Em cativeiro podem viver mais de 5 anos.

Sabia que pode apadrinhar este animal?

Patronize Animal
Quero ajudar esta espécie

Outros invertebrados

Ver Mais

Outros animais

Ver Mais