Zoo Burguer Zoo Burguer Zoo Burguer
Subir

Hiena Malhada

As Hienas são os carnívoros mais comuns de África. Emitem inúmeras vocalizações para comunicar entre si, sendo a mais conhecida "o riso", que tanto as caracteriza!

A Hiena malhada apresenta um pelo cor de areia, ou amarelado ou até cinzento com manchas pretas espalhadas por quase todo o seu corpo. Estas machas são mais escuras em animais jovens, podendo quase desaparecer em animais mais velhos.
A causa mede cerca de 30 a 36 cm de comprimento e termina num tufo preto de pelos. Cerca de 2/3 da cauda é formada por osso e o último terço é composto apenas por pelo.
Apresenta dimorfismo sexual em relação ao peso, sendo as fêmeas cerca de 6.6kg mais pesadas do que os machos.
A hiena é um animal bastante robusto e apresenta um pescoço bastante massivo e uma cabeça grande com umas orelhas muito redondas no topo da cabeça. As mandíbulas são muito fortes. As pastas da frente são mais compridas que as patas traseiras, o que evidencia a posição curvada destes animais. As patas possuem 4 dígitos com garras pequenas e não retráteis.

As Hienas malhadas formam grupos sociais denominados de clãs. Os clãs podem ser compostos por 3 a 80 membros. Todas as fêmeas são dominantes em relação aos machos e as fêmeas mantêm-se no seu clã natal durante toda a vida. Os machos dispersam quando atingem a maturidade sexual. Quando um macho entra num novo clã, entra na linha de dominância, sendo respeitado pelos outros machos. À medida que entram mais machos e morrem os machos mais velhos, o macho vai subindo na cadeia social do clã.
Apesar de viverem em grandes clãs, os membros de um clã só são vistos todos juntos em 3 situações: caça, a defender o território e a sua toca comunitária. Em geral, os membros passeiam-se em grupos mais pequenos.

As hienas têm uma cerca reputação de serem animais de limpezas de restos de animais, mas isso não é totalmente verdade. 70% da dieta destes animais é fornecida através de caça directa. Os clãs dividem-se em grupos de 2 a 5 elementos para caçar, excepto para manadas maiores como as de zebras, onde quase todo o clã se junta. Alimentam-se de uma grande variedade de animais existentes na cratera de Ngorongoro e no Serengueti como, búfalos, gnus, zebras, avestruzes, elandes, impalas, porcos-espinhos, gazelas, leões, outras hienas, térmitas, bebés de girafas, rinocerontes e de hipopótamos, entre outros.

O acasalamento entre hienas é polígamo. Os machos aproximam-se lentamente das fêmeas, muito rasteiramente. A dominância das fêmeas faz com que os machos sejam muito tímidos e que se afastem caso a fêmea assim o queira.
Os machos juvenis emigram após a puberdade para se juntar a outros clãs, onde a sua estrutura hierárquica possa ir progredindo ao longo do tempo.
O período de gestação das hienas-malhadas é de 4 meses. Geralmente nascem gémeos, sendo que é possível qualquer combinação entre 1 a 4 crias. As fêmeas parem através do seu clitóris, semelhante a um pénis. Durante o nascimento, o clitóris rompe, permitindo que as crias possam passar. O intervalo entre partos é de 11 a 21 meses.
As crias pesam entre 1 e 1.6kg e nascem com os olhos abertos. São de coloração preta. Se as crias forem do mesmo sexo, é normal que se assista a lutas entre os irmãos pouco após o nascimento, resultando muitas vezes na morte de um deles. A razão para esta violenta luta é a disponibilidade de alimento ser mais fácil apenas para um. 2 a 6 semanas depois do parto, a mãe transporta os filhotes de um buraco onde nasceram para a grande toca comunitária. A maior fonte de alimento para as crias durante este tempo é o leite materno.
A toca comunitária parece ser uma importante parte para o comportamento social das hienas, mas não existe apoio comunitário aos pequenotes.
O leite materno destas hienas é bastante energético e rico em proteínas e glícidos. O desmame acontece por volta dos 11-12 meses, o que é bastante mais tarde do que em outros animais.
A maturidade sexual é atingida pelos 3 anos de idade, apesar de alguns machos poderem apresentar-se sexualmente activos aos 2 anos. As mães são muito protectoras dos seus filhotes e não toleram que outras hienas circulem à sua volta nos primeiros tempos. Os machos não têm um papel parental importante.

 

Nome

Hiena Malhada

Crocuta crocuta

Classe

Mamíferos

Conservação

Está categorizada como de Pouco Preocupante pelo IUCN.
A hiena é um dos animais predadores de topo de África. Contudo, existem várias espécies que a podem matar. A maior parte das Hienas servem de alimento a leões. Os leões e as hienas competem directamente por comida e muitas vezes aproveitam-se das caçadas dos outros. Esta competição leva a muito encontros entre as duas espécies, que culminam muitas vezes em mortes.
O Homem também tem presença na redução do número de hienas no estado selvagem, devido às caças em África.

EEP
Distribuição

Durante o Pelistoceno, as hienas malhadas encontravam-se distribuídas pela Eurásia e as razões para a extinção nesta zona não são ainda certas.
Actualmente apenas podem ser encontradas no continente africano, mais propriamente em: Tanzânia, Quénia, Zâmbia, Zimbabué, Moçambique, África do Sul, Botsuana, Namíbia, Congo, Sudão, República Centro-africana, Camarões, Nigéria, Burquina Faso, Costa do Marfim, Senegal e Serra Leoa. As maiores densidades populacionais de clãs encontram-se na zona do Serengueti e especialmente na Cratera de Ngorongoro, na Tanzânia. É o predador que existe em maior número no Serengueti.
As hienas malhadas vivem em ambientes abertos e secos, incluindo mesmo as zonas semidesérticas, savana, e até em zonas de floresta, apesar de ser muito pouco frequente poder encontrar-se esta espécie em florestas densas e em desertos.

Comprimento

95 a 150 cm
altura: 75 a 85 cm

Idade

A esperança média de vida é de 25 anos em estado selvagem e de 40 em cativeiro.

Sabia que pode apadrinhar este animal?

Patronize Animal
Quero ajudar esta espécie

Outros mamíferos

Ver Mais

Outros animais

Ver Mais